D. João Marcos é o novo bispo coadjutor de Beja

D. João Marcos é o novo

D. João Marcos, acual director espiritual dos seminários Maior de Cristo-Rei e “Redemptoris Mater”, ambos no Patriarcado de Lisboa, é novo bispo coadjutor de Beja.
Com 65 anos, D. João Marcos foi nomeado esta sexta-feira, 10, pelo Papa Francisco, tendo já revelado que assume esta missão com “a alegria e a simplicidade de quem é escolhido e não escolhe”.
Natural da Guarda, D. João Marcos frequentou os seminários do Patriarcado de Lisboa, na década de 60 e 70, sendo ordenado sacerdote a 23 de Junho de 1974 pelo então cardeal-patriarca D. António Ribeiro.
Além do curso teológico no Instituto Superior de Estudos Teológicos do Patriarcado, o novo bispo coadjutor de Beja frequentou também o curso de pintura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa.
Pároco entre 1974 e 2002 e membro do Conselho Pastoral do Patriarcado de Lisboa a partir de 2001, o novo bispo coadjutor da Diocese de Beja foi nomeado cónego da Sé de Lisboa em 2003 e já fez várias experiências de itinerância como membro do Caminho Neocatecumenal, nomeadamente em Évora (de 1981 a 1983), em Dublin (Irlanda, 1984) e em Porto Velho, Manaus e Belém do Pará (Brasil, 1985).
A nomeação de D. João Marcos responde a um pedido feito pelo actual bispo de Beja, D. António Vitalino Dantas, que em diversas ocasiões se manifestou sobre a necessidade de contar com um bispo coadjutor a quem possa confiar a sua missão quando atingir os 75 anos, em Novembro de 2016, idade em que por imposição do direito canónico deve renunciar.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima