Covid-19: Surto no lar de São Martinho das Amoreiras causa três mortes

O surto de Covid-19 no lar da Casa do Povo de São Martinho das Amoreiras, em Odemira, já provocou a morte a três idosos, estando 22 utentes e sete funcionárias infectados, confirmou esta quinta-feira, 18, o presidente da instituição.
Em declarações ao “CA”, o presidente da Casa do Povo de São Martinho das Amoreiras, Manuel Loução, disse haver “três fatalidades a lamentar” entre os 25 utentes infectados.
Os três óbitos ocorreram quando os três idosos, dois homens e uma mulher, “já estavam internados no Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja”, disse.
De acordo com este responsável, um dos utentes que faleceu fazia parte do grupo de sete idosos que, a 8 de Fevereiro, foi transferido para a Estrutura de Apoio de Retaguarda (EAR) instalada na Base Aérea n.º 11, em Beja.
“Os outros dois óbitos, um senhor e uma senhora, estavam no nosso lar antes de serem internados em Beja”, acrescentou.
O surto na estrutura residencial para pessoas idosas (ERPI) da Casa do Povo de São Martinho das Amoreiras, no concelho de Odemira, distrito de Beja, foi detectado a 28 de Janeiro.
Na altura foram identificados 24 casos de Covid-19, 17 entre os utentes e mais sete funcionárias.
O facto de a unidade se encontrar “em obras” levou a que as autoridades de saúde determinassem que sete dos utentes infetados, quatro homens e três mulheres, fossem transferidos a 8 de Fevereiro para EAR na Base Aérea de Beja, onde actualmente ainda se encontram cinco idosos.
De momento, a ERPI de São Martinho das Amoreiras tem 22 utentes infectados com Covid-19 e um com resultado negativo.
Entre as 29 colaboradoras que fazem parte do quadro de pessoal do lar encontram-se infectadas sete.
Manuel Loução revelou ainda que os utentes e colaboradores da instituição estão a ser testados à Covid-19 novamente “nos dias de hoje e amanhã”.
“Esperamos que o número de casos positivos venha a baixar”, disse.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima