Corredor ferroviário vai ligar Sines a Paris

Corredor ferroviário

Portugal, Espanha, França e a Comissão Europeia assinaram na passada semana uma declaração conjunta para a criação do Corredor Atlântico, que permitirá a circulação de comboios de mercadorias na rede ferroviária europeia.
A Secretaria de Estado dos Transportes, Infraestruturas e Comunicações adianta, em comunicado, que a declaração foi assinada pelos governos dos três países e pelo vice-presidente da Comissão Europeia Siim Kallas.
A criação do Corredor Atlântico vai “permitir a circulação de comboios de mercadorias, em bitola [distância entre carris] europeia e inter-operáveis com o resto da rede ferroviária Europeia, desde a fachada Atlântica Portuguesa, ligando Sines, Setúbal, Lisboa, Évora, Santarém, Leiria, Coimbra, Aveiro, Porto, Viseu e Guarda a França (Paris), com extensão à Alemanha (Manhheim), bem como ao resto da Europa através da interligação com os restantes corredores ferroviários de mercadorias trans-europeus”.
A Secretaria de Estado refere que, para a concretização deste projecto, “será crucial a mobilização dos 26.000 milhões de euros de fundos comunitários previstos para o financiamento das Redes Trans-europeias de Transportes no período 2014-2020”.
O secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, afirma, citado no comunicado, que a declaração assinada “garante que o investimento feito em Portugal terá como consequência a ligação a um corredor trans-europeu que facilitará a vida” aos cidadãos e às empresas, garantindo “maior competitividade aos bens e serviços portugueses”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima