Conselho Regional debateu Plano de Resiliência

CCDRA - Conselho Regional_Dez 2020
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Os membros do Conselho Regional da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo reuniram na passada semana, em sessão extraordinária, para apreciar o novo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).
Em comunicado, a CCDR do Alentejo revela que durante a sessão o Conselho Regional apreciou e pronunciou-se “sobre os princípios e as orientações para a aplicação dos recursos do PRR, designadamente na identificação dos domínios relevantes para a dimensão territorial e dos investimentos estratégicos/prioritários para que a região Alentejo seja mais competitiva e coesa”.
Recorde-se que o PRR prevê colocar ao dispor de Portugal um total de 12,9 mil milhões de euros subvenções e 15,7 mil milhões de euros a título de empréstimos.
“O sucesso do PRR passa pela sua territorialização, através de uma implementação de proximidade, no que se refere aos domínios, prioridades e modelo de operacionalização”, sendo “de extrema importância e relevância para o Alentejo nomeadamente através da participação na gestão do programa e na integração da Unidade de Missão”, frisa a CCDR do Alentejo em comunicado.
Na mesma sessão, o Conselho Regional debateu igualmente um “apoio inequívoco” à candidatura de Évora a “Capital Europeia da Cultura 2027”, reconhecendo os conselheiros “a importância desta candidatura para toda a região pelo desafio que decorre da transversalidade e abrangência territorial desta iniciativa de relevância estratégica para o Alentejo”.

Opinião

Carlos Pinto

8 de Janeiro, 2021

Entrar em 2021 de “pé esquerdo”

Vítor Encarnação

8 de Janeiro, 2021

Casa do Alentejo

Carlos Pinto

18 de Dezembro, 2020

Pessimismo ou optimismo?

Napoleão Mira

18 de Dezembro, 2020

Um conto de Natal quase verdadeiro

Carlos Pinto

4 de Dezembro, 2020

Uma iniciativa exemplar

Vítor Encarnação

4 de Dezembro, 2020

Corações

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima