Concelho de Odemira recebe seis médicos cubanos

Concelho de Odemira

Seis médicos cubanos foram colocados no concelho de Odemira, no sentido de colmatar a falta de clínicos de medicina geral e familiar há muito sentida neste município.
“Esta situação constituiu uma solução de recurso face à carência de médicos no concelho de Odemira”, refere ao “CA” fonte oficial da Câmara de Odemira, sublinhando que os seis clínicos cubanos chegam ao concelho no âmbito do protocolo de cooperação entre Portugal e Cuba e graças ao “trabalho conjunto e articulado” entre a autarquia, a Administração Regional de Saúde do Alentejo e a Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA).
De acordo com a mesma fonte, a Câmara de Odemira disponibilizou alojamento aos novos médicos, no sentido de promover a sua “integração social” e contribuir “para uma rápida melhoria da qualidade das respostas do Serviço Nacional de Saúde no concelho”.
Apesar da chegada destes seis clínicos, ainda ficarão ainda cerca de 2.000 utentes sem médico de família atribuído em todo o concelho.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima