Complexo industrial de Sines abastecido por Alqueva em 2015

Complexo industrial de Sines

A barragem de Morgavel, que abastece a zona industrial de Sines, vai começar a receber água do Alqueva em 2015, o que aumentará a garantia do abastecimento ao complexo.
A transferência de água entre Alqueva e Morgavel, através da albufeira do Roxo, será feita por uma ligação de 114 quilómetros de canais, túneis e condutas, 83 dos quais já construídos, e que deverá ficar concluída até final de 2015, adiantou à Agência Lusa João Basto, presidente da Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA), a promotora do projecto.
Após concluída a ligação, a água do Alqueva será transferida para Morgavel, a origem de água para abastecer a Zona Industrial e Logística de Sines (ZILS), a qual irá usufruir "da garantia de água mesmo em períodos de seca prolongados", disse João Basto. A água do Alqueva a transferir para Morgavel irá servir para "fins industriais" e "aumentar a garantia e a fiabilidade do abastecimento de água" à ZILS, explicou à Lusa Marques Ferreira, presidente da empresa Águas de Santo André, que explora e gere o sistema de abastecimento de água, de saneamento e de resíduos sólidos, que serve, entre outras, a zona industrial de Sines.
A ligação Alqueva/ Roxo, com 83 quilómetros, está feita, mas falta concluir a ligação Roxo/ Morgavel, num total de 31 quilómetros.
Para tal, a partir do circuito hidráulico Roxo/ Sado, um canal com cerca de 14 quilómetros, é preciso construir uma conduta dedicada de 17 quilómetros até Morgavel, cujo projecto está em fase de avaliação de impactes ambientais, disse João Basto.
Após obter a declaração de impacte ambiental, a EDIA irá lançar o concurso público da empreitada, a qual vai implicar um investimento de cerca de 10 milhões de euros e deverá arrancar este ano para ficar concluída até final de 2015, previu João Basto.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima