Companhia espanhola recria cerimónia litúrgica em Grândola

Companhia espanhola recria

A companhia espanhola Nao d’Amores vai recriar este sábado, 12, em Grândola, no primeiro espectáculo dramático do festival "Terras sem Sombra 2014", uma cerimónia litúrgica celebrada anualmente desde a Idade Média numa igreja de Segóvia (Espanha).
O espectáculo "Liturgia da Esperança: Misterio del Cristo de los Gascones", "um dos pontos altos" da edição deste ano do "Terras sem Sombra", vai decorrer a partir das 21h30, na igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção, refere o Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja (DPHA), o organizador do festival.
A peça recria a cerimónia litúrgica, associada à imagem de Cristo de los Gascones, que se celebra anualmente, desde a Idade Média, na "famosa" igreja de São Justo, em Segóvia, e é "uma tradição de profundo sentido religioso", que foi perseguida pela Inquisição, mas "sobreviveu aos esbirros do Santo Ofício", explica o DPHA, em comunicado enviado à Agência Lusa.
"Trata-se da primeira vez que o festival ‘Terras sem Sombra’ apresenta um espectáculo dramático", frisa, referindo que a peça, concebida e dirigida por Ana Zamora, "figura-chave da cena teatral" de Espanha, foi realizada a partir de textos dos séculos XV e XVI de vários autores e tem como base uma estrutura musical que alterna música litúrgica e profana.
No âmbito do programa de preservação da biodiversidade do festival, a manhã de domingo, 13, será dedicada a uma acção de salvaguarda do "importante" sistema florestal da serra de Grândola.
Na acção, artistas e espectadores do festival e voluntários vão visitar uma herdade, onde irão analisar técnicas de conservação do solo, da água e do sistema radicular dos sobreiros e desenvolver iniciativas em defesa da biodiversidade, como construção de refúgios e esconderijos da fauna selvagem.
A acção vai incluir também actividades de descoberta da natureza dirigidas a crianças e o apadrinhamento de sobreiros centenários por parte dos artistas.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima