Viva o 25 de Abril

Quinta-feira, 17 Setembro, 2020

Miguel Rego

arqueólogo

Viva o 25 de Abril, viva o MFA, viva o Salgueiro Maia, viva o Otelo, viva a “Tourada”, o “Depois do Adeus” e a “Grândola”, viva o Conselho da Revolução, viva as eleições livres, viva a Assembleia Constituinte, viva a Assembleia da República, viva o povo, viva o povo de Lisboa, viva o povo de todo o lado, viva a liberdade, viva a gaivota, viva os cravos vermelhos, viva os lírios roxos, viva o campo de papoilas vermelhas, viva a rua cheia de gente, viva a rua cheia de coisa nenhuma, viva a liberdade e o 25 de Abril, viva o Zeca, viva o Adriano Correia de Oliveira, viva o Lopes Graça, viva a cadeira do bota de elástico e que viva a memória do Tarrafal, de Caxias e de Peniche, viva a memória, viva a liberdade, viva a emigração, viva a imigração, viva a livre circulação, viva a Europa, viva a América Latina, viva a Ásia, viva a África, viva Timor, viva Timor Lorosae, viva a paz, viva a liberdade e o 25 de Abril, viva os homens, viva as mulheres, viva a vizinha de qualquer andar de qualquer casa de qualquer parte do mundo, viva a educação pra todos, viva a saúde pra todos, viva a coragem, viva o fim do medo, viva as armas carregadas de flores, viva o amor, viva o beijo na boca, viva o beijo, viva os livros, viva os discos, viva a liberdade e o 25 de Abril, viva o Saramago, viva o Eugénio de Andrade, viva o Manuel da Fonseca, viva o Aristides de Sousa Mendes, viva todos aqueles que lutaram pela liberdade, viva todos aqueles que morreram para dizer viva, viva o vinho tinto, viva o vinho branco, viva o licor de poejo, viva o hidromel, viva a liberdade e o 25 de Abril, viva o fim da guerra, viva a descolonização, viva o fim das fronteiras, viva o Che, viva a revolução, viva os sindicatos, viva os patrões, viva os empregados, viva a greve, viva a decência, viva a verdade, viva o trabalho igual salário igual, viva a reforma agrária, viva a livre propriedade, viva a propriedade privada, viva o trabalho, viva o descanso, viva a liberdade e o 25 de Abril, viva as férias grandes, viva o 15º mês, viva a liberdade de expressão, viva o sonho, viva a maresia, viva o cheiro a hortelã, viva as eleições livres, viva o poder local, viva o Pacman, viva o Ricardo Araújo Pereira, viva os Monty Python, viva o não ter medo de dizer viva, viva o viva, viva a liberdade e o 25 de Abril, viva os filhos da liberdade, viva todos os filhos do mundo, viva os cabelos compridos, os cabelos não compridos, os cabelos rapados, viva os carecas, viva os homens que nunca conheceram a guerra, viva seja lá o que isso quer que seja.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima