Turismo (ainda) com muito a fazer

Quinta-feira, 12 Outubro, 2017

Carlos Pinto

director do correio alentejo

Há um facto inegável: o turismo no Alentejo está alta! E não é apenas a estatística ou os dados económicos que o atestam: basta circular pelas vilas e aldeias da região, do interior ao litoral, para perceber que há cada vez mais visitantes pelas nossas ruas, nos restaurantes, nos monumentos históricos ou nas belas praias da costa alentejana. O sector é hoje um pilar essencial para a economia local. Mas quer istro dizer que está tudo feito? Que nada mais há para melhorar? Pelo contrário…
Entre os grandes desafios que o sector (ainda) tem pela frente é a sazonalidade, ou melhor, a criação de condições que permitam à região ter mais turistas ao longo dos 365 dias do ano e não apenas entre a Primavera e o Verão – que este ano, por sinal, vai bem longo… Um desafio que tem (e está) de ser assumido pelos diversos agentes/ operadores ligados à actividade, mas também pela Entidade Regional de Turismo. E nesse âmbito parece-nos bastante acertada a decisão da Turismo do Alentejo de implementar uma estratégia como o programa “Alentejo/Ribatejo 365”, a lançar já no próximo mês de Novembro.
Tal como lhe contamos nesta edição do “CA”, trata-se de um projecto que visa “ajudar a fixar mais e melhores” turistas mediante a “internacionalização” dos diversos eventos turísticos que por cá acontecem. Como? Muito simples: através de vários meios de promoção, com tradução, numa primeira fase, em língua inglesa. Ora isto é algo que parece óbvio, mas que talvez por o ser ainda não acontece com a abrangência que deve ter. Mas certamente que este pequeno gesto pode vir a fazer uma grande diferença na hora de captar novos visitantes estrangeiros (e dinamizar toda a economia local) para a mais bela região do mundo: a nossa!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima