Requalificar é fundamental

Quinta-feira, 21 Julho, 2016

Carlos Pinto

director do correio alentejo

A Câmara Municipal de Aljustrel prepara-se para colocar no terreno uma série de intervenções que visam a requalificação e valorização de alguns dos seus bairros mineiros, assim como da zona central da sede do concelho. As obras fazem parte do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) local e serão apoiadas por fundos comunitários, visando proporcionar maior qualidade de vida aos residentes. O mesmo sucede em outros municípios espalhados pelo Alentejo, onde empreitadas da mesma natureza já decorrem ou estão programadas para os próximos tempos, ambicionando todas as mesma metas.
Ora esta deve ser, precisamente, uma das prioridades das autarquias nos dias que vivemos. Depois de anos a fio a proporcionar o crescimento da área urbana das localidades (muitas vezes além do que era necessário e sustentável), as nossas terras confrontam-se hoje com um grande problema nos seus centros e zonas históricas, sejam elas maiores ou menores: têm poucos residentes (e na sua grande maioria são idosos) e em muitos casos apresentam sinais evidentes de degradação, seja ao nível do património edificado, seja em matéria de infra-estruturas básicas como água e saneamento.
A requalificação destas zonas é, portanto, fundamental para os tempos vindouros. Porque dotar os centros urbanos e as áreas históricas de mais e melhores condições atrai novos moradores, cria mais pontos de interesse no plano da visitação e dinamiza a própria dinâmica económica local.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima