Reinvente a ceia de Natal

Quinta-feira, 17 Setembro, 2020

Alexandra Bento

A ceia de Natal é um dos momentos altos desta quadra, porém é muitas vezes marcada por excessos, tanto a nível alimentar como económico. Por isso, é importante conhecer pequenas dicas que permitam usufruir deste momento de uma forma mais optimizada, a todos os níveis!
Assim, planeie de forma atempada a sua ceia! Primeiro, importa saber o número de pessoas e calcular a quantidade de alimentos a adquirir. A compra dos ingredientes deve ser feita o mais cedo possível para que se possa fazer uma escolha acertada dos alimentos, mediante a diversidade disponível, as promoções de Natal e a comparação de preços entre marcas de alimentos semelhantes.
A lista de compras vem a seguir, de forma a comprar os alimentos que são realmente necessários. Confeccione as quantidades estritamente necessárias para a ceia de Natal e para o almoço de 25 de Dezembro, de forma a não sobrar para os dias seguintes. Respeite as tradições e componha a ceia de Natal apenas com pratos e doces típicos. Lembre-se: os excessos são frequentemente cometidos à custa da inserção de outros alimentos, que não os característicos desta quadra (camarão, bolinhos de bacalhau, rissóis e alguns doces).
Se bem que poderá dar mais trabalho, a verdade é que se confeccionar a ceia em casa terá também a possibilidade de alterar a receita, tornando-a mais saudável, sem desvirtuar a tradição. Pode sempre optar por outros métodos de confecção de sobremesas fritas (rabanadas), assando-as no forno; nas receitas que incluam leite, optar por leite magro (aletria, arroz doce, leite-creme). Devemos ter em conta ingredientes como a gordura, o sal, o açúcar, os ovos ou o leite, reduzindo a quantidade proposta de cada um destes componentes e/ou substitui-los por outros mais saudáveis. (preferirindo o azeite como gordura de adição; substituindo o sal por ervas aromáticas; reduzindo a quantidade de ovos adicionada às receitas.
Outra forma de reduzir a quantidade de alimentos é apresentar um prato de sopa de legumes para “inaugurar” a ceia de Natal. Privilegie os pratos cozidos ou assados com pouca gordura e acompanhe-os com bastantes produtos hortícolas. Os frutos secos, frutos gordos (nozes, amendoins, pinhões, figos secos) e as bebidas alcoólicas possuem elevado teor calórico, pelo que a sua compra e consumo deve ser moderado. Boas Festas!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima