Passados Cinco anos…

Sexta-feira, 3 Março, 2023

Carlos Pinto

JORNALISTA | DIRECTOR DO "CA"

A Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA) lançou, na passada semana, o concurso público para a Empreitada de construção do Circuito Hidráulico de Ligação à Albufeira do Monte da Rocha e do Bloco de Rega da Messejana [ver páginas 2-3 desta edição]. Uma obra avaliada em mais de 27,1 milhões de euros e que, na prática, vai permitir a ligação da albufeira situada no concelho de Ourique (e a partir da qual é garantido o abastecimento a milhares de pessoas e empresas em cinco concelhos), assim como a criação de um novo bloco de rega no concelho de Aljustrel.
Esta é uma reivindicação antiga da região, de autarcas e populações a empresários e agricultores, que em outubro de 2017 o então ministro da Agricultura, Capoulas Santos, assumiu que se iria concretizar.
Desde então passaram-se mais de cinco anos sem que o projeto tenha passado do papel, enquanto a região se debatia com uma gravíssima seca (e que não tem maneira de passar).
Seguramente que há razões plausíveis para que a obra não se tenha feito no imediato, mas o tempo passado desde o anúncio feito pelo ex-ministro também nos parece demasiado. E agora, se tudo correr como previsto (o que, tendo em conta experiências anteriores, não deve suceder), só lá para 2025 é que teremos a empreitada concluída, ou seja, cerca de oito anos depois do seu anúncio oficial. É tempo demais e é aí que reside o problema…

Facebook
Twitter
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima