Os bebés também devem comer menos gordura?

Quinta-feira, 17 Setembro, 2020

Rodrigo Abreu

nutricionista

Quando falamos na alimentação do bebé ou da criança uma das necessidades que mais facilmente identificamos é a importância de variar. Neste contexto, as gorduras desempenham um papel muito importante na alimentação do bebé, pois são fundamentais nos processos de crescimento celular, no desenvolvimento do sistema imunitário e também no desenvolvimento hormonal e neuronal. Mas o excesso de gordura na alimentação, mesmo nas crianças – promove a obesidade, excesso de colesterol, etc. Então, qual a quantidade certa de gordura que o bebé deve ingerir?
As recomendações actuais da OMS apontam para que as gorduras representem cerca de 25% do total de calorias ingeridas pelas crianças até aos três anos. Na prática, isto significa que, por dia, o bebé não deveria ingerir mais do que sensivelmente 30 gramas de lípidos. Estes dados apontam para a necessidade de escolher bem as gorduras que fazem parte da alimentação do bebé. Até porque existem vários tipos de gordura, umas mais adequadas (como as gorduras insaturadas, presentes em óleos vegetais) e outras menos recomendadas (como as gorduras saturadas, presentes nas peles e gorduras visíveis da carne).
Também no momento de cozinhar os alimentos é preciso moderar o uso da gordura. Quando preparar carne ou peixe para o seu bebé, limpe todas as peles e gorduras visíveis. Prefira métodos culinários simples e fáceis de digerir, pois o bebé não deve ser sujeito a alimentos muito condimentados ou com muita gordura. Para não recorrer sempre aos cozidos e grelhados, prefira panelas anti-aderentes de boa qualidade que lhe permitirão cozinhar os alimentos nos seus próprios sucos, prescindindo da adição de margarina ou azeite.
Aproveite as vantagens proporcionadas por aparelhos de cozinha capazes de confeccionar uma grande diversidade de receitas com quantidades mínimas de azeite ou de outro óleo alimentar. Além de evitarem a ingestão de alimentos servidos ainda a escorrer gordura, estes avanços são uma preciosa ajuda para quem dispõe de pouco tempo para preparar refeições e um bom investimento para quem quer variar a alimentação do bebé. Pratos completos de carne, peixe ou legumes podem ser preparados em poucos minutos e quase sem gordura, dispensando igualmente molhos ou outros condimentos calóricos. Sabia que, por exemplo, é possível preparar 1kg de batatas fritas com apenas uma colher de sopa de óleo?
Lembre-se que a promoção de bons hábitos alimentares no bebé é a melhor forma de evitar problemas de peso na criança, jovem ou adolescente. Com algum planeamento e imaginação, verá que é fácil!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima