Eleições com educação

Sexta-feira, 25 Junho, 2021

Carlos Pinto

JORNALISTA | DIRECTOR DO "CA"

Faltam cerca de três meses para as próximas eleições Autárquicas, aquele que é, sem dúvida, o escrutínio político mais participado e que mais mexe com as populações em Portugal.
Este será o momento de avaliar o trabalho feito pelos atuais executivos nos últimos quatro anos e, simultaneamente, optar pela proposta política que, localmente, mais garantias dê relativamente ao futuro de cada freguesia e cada concelho.
Por isso mesmo, as eleições Autárquicas conseguem mobilizar centenas de homens e mulheres, de todas as idades e estratos sociais, em torno de vários projetos políticos, que têm sempre o mesmo propósito – o de servir da melhor forma as suas terras –, ainda que assentes em diferentes visões do mundo e distintos conceitos ideológicos.
O debate deve, por isso mesmo, fazer-se apenas no campo das ideias e das propostas, nunca extravasando para o ataque pessoal, para a injúria, para a difamação ou para a pura maledicência. Infelizmente, nem sempre é isso que se verifica. E basta percorrer o “feed” de qualquer rede social para se perceber que o “burburinho” já começou…
A política deve-se fazer com altruísmo e bom senso, mas também com lisura, ética e respeito. É isso que se pede a todos os envolvidos, mas também a todos os cidadãos. O resto será a democracia a funcionar, mesmo que o resultado final não agrade a todos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima