Como reduzir a gordura corporal

Quinta-feira, 17 Setembro, 2020

Telma Valente

nutricionista

<b>O CLA (Ácido Linoleico Conjugado), constituinte natural da carne e produtos lácteos, é eficaz a reduzir a gordura corporal. Um novo estudo científico da substância evidência que esta pode ajudar a prevenir a obesidade.
</b>Reduzir a ingestão de calorias e praticar exercício regularmente é uma boa estratégia para perder peso, mas um grupo de investigadores descobriu, recentemente, que uma nova substância pode acelerar francamente os resultados. De acordo com este estudo, auxiliar uma dieta com uma substância natural denominada CLA (Ácido Linoleico Conjugado), que se encontra disponível em farmácias, ajuda a perder gordura e pode aumentar a massa muscular.

Num estudo publicado na edição de Junho do “American Journal of Clinical Nutrition”, investigadores Noruegueses reportam que os indivíduos estudados que ingeriram 3,4g de CLA diariamente, perderam até 10% da sua gordura corporal, comparados com os indivíduos que ingeriram cápsulas semelhantes com placebo inactivo. Além deste facto, os indivíduos tratados com CLA apresentaram um aumento de 2% de massa muscular, sugerindo que, realmente, o CLA melhora a relação gordura-músculo.

<b>Resultados comprovados</b>
Os investigadores, ao testarem CLA em 180 indivíduos ligeiramente a moderadamente gordos, num estudo duplamente cego e controlado com placebo, concluíram que esta substância é eficaz. Estudos anteriores com CLA demonstraram resultados semelhantes mas, com este novo estudo realizado em dois importantes centros médicos da Noruega, ficou novamente comprovado que o CLA reduz a gordura corporal e pode ter um papel importante na prevenção da obesidade. “Este é o estudo mais alargado alguma vez realizado em humanos. Os nossos resultados não têm qualquer relação com diferentes níveis de ingestão calórica ou prática de exercício dos participantes. Os resultados estão relacionados com o CLA”.

<b>Previne o crescimento de tecidos gordos (adipócitos)</b>
O mecanismo de acção do CLA ainda não está completamente estabelecido mas, acredita-se que a substância bloqueia a captação de gordura pelos tecidos gordos e dirige-a para as células musculares, prevenindo o crescimento dos tecidos gordos. Nas células musculares a gordura é transformada em energia. “Existem várias teorias e vários mecanismos de acção possíveis mas, até agora, nenhuma explica exactamente esse mecanismo. Sabemos, no entanto, que o CLA afecta os receptores celulares e enzimas envolvidos no metabolismo da gordura”, explicou a Dra. Gudmundsen.
Não foram observados, neste estudo, que durou doze meses, quaisquer efeitos secundários.

<b>Fonte: </b>“American Journal of Clinical Nutrition”; 79:1118

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima