A força da nossa cruz (X)! A força da nossa escolha!

Quinta-feira, 17 Setembro, 2020

Margarida Janeiro

jornalista

Ligamos a televisão, a rádio, abrimos os jornais, os blogues, até os facebook’s que Cavaco tanto gosta, e concluímos desgostosos que os discursos estão gastos! As palavras estão gastas! Vazias dos seus reais significados. De tantas vezes repetidas, apregoadas usadas e abusadas, por uns, por outros e ainda por outros soam a nada ou quase.
Os políticos enchem a boca com o serviço nacional de saúde a que Sócrates agora – numa de jovem e moderno – chama só sns, de escola pública, de desemprego, de precariedade, de pensões, de reformas, disto e daquilo.
São palavras a apelar às nossas necessidades mais prementes, às nossas preocupações, ao que de mais frágil todos temos. Porém, palavras ocas a que recorrem políticos sem escrúpulos, ansiosos pelo poder em discursos propagandísticos e eleitoralistas.
Poucos são os que na realidade vão para além disto, isto é, poucos são os que na realidade pesquisam, procuram, questionam e analisam realmente as propostas dos políticos e dos partidos a que pertencem. Poucos são os que lêem os programas eleitorais e que, de facto, confrontam as propostas de uns com as de outros para escolherem em consciência, argumentativamente e com certezas.
Por isso, caro (e)leitor proponho-lhe um exercício simples. Do lado esquerdo da folha coloque todas as propostas de que vai tendo conhecimento, da parte de cima da mesma coloque o nome dos partidos com representatividade parlamentar no espectro português. A seguir preencha, tal como num boletim de voto, com a sua própria cruz, a tabela que criou. A soma do resultado final dir-lhe-á se se posiciona à direita ou à esquerda, sendo que se o somatório indiciar direita lhe restará fazer um “pin-pan-pum”, pois que é indiferente este PS deste PSD e deste CDS. No caso contrário de tendência para a esquerda, o voto está de caras!

Ora veja:
Subida da taxa média do iva – PS, PSD, CDS
Imposto sobre o património – BE
Subida do custo da electricidade – PS, PSD, CDS
Tributação das mais-valias – BE
Subida do custo do gás – PS, PSD, CDS
Tributação das grandes fortunas – BE
Subida do custo dos transportes – PS, PSD, CDS
Anulação das parcerias público privadas – BE
Redução das deduções fiscais com a saúde, a educação e a habitação – PS, PSD, CDS
Levantamento do sigilo bancário – BE
Diminuição do subsídio de desemprego – PS, PSD, CDS
Anulação dos falsos recibos verdes – BE
Diminuição do pagamento das horas extraordinárias – PS, PSD, CDS
Anulação das empresas de trabalho temporário – BE
Direito à reforma aos 40 anos de contribuições – BE
Aumento de 25 euros para as pensões mínimas – BE

Não se conhece, à data da realização deste texto, o programa de Governo da CDU

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima