CM Castro Verde vai regularizar vínculos precários

CM Castro Verde

Garantir a estabilidade “profissional e pessoal” dos colaboradores que tenham um vínculo de trabalho precário com a autarquia é o objectivo da Câmara de Castro Verde, que já está a avançar com o processo de regularização de trabalhadores com este tipo de vínculos contratual. O assunto foi discutido nesta quarta-feira, 21, numa reunião que juntou os trabalhadores abrangidos e o presidente da Câmara de Castro Verde, António José Brito.
Ao todo são os 12 os trabalhadores envolvidos no processo (um técnico superior, seis assistentes técnicos e cinco assistentes operacionais), que desempenham funções em diferentes sectores da Câmara Municipal e que serão enquadrados nos serviços municipais.
“O desenvolvimento deste processo garante estabilidade profissional e pessoal aos trabalhadores que até agora viviam na incerteza permanente sobre o prosseguimento das suas carreiras”, sublinha o autarca castrense, garantindo que há trabalhadores que há mais de 20 anos “mantinham um vínculo precário e que agora, com esta medida, poderão ver a sua situação regularizada”.
“Também para Câmara Municipal de Castro Verde, a consolidação da estabilidade dos diferentes serviços figura como fundamental na prestação de respostas cada vez mais ajustadas e eficientes às necessidades da população”, acrescenta António José Brito.
O processo em curso na Câmara de Castro Verde decorre no âmbito do Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública. Após a reunião mantida com os trabalhadores, a necessária alteração ao mapa de pessoal da autarquia será analisada e votada em reunião extraordinária da Câmara Municipal, na segunda-feira, 26, e da Assembleia Municipal, na quarta-feira, 28 de Fevereiro.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima