Circo aquático para ver na vila de Odemira

A companhia francesa Barolosolo vai apresentar, neste fim-de-semana, dias 4 e 5 de junho, na vila de Odemira, o espetáculo de circo aquático “Balad’O”, “onde os artistas partem em viagem e se transformam pelo caminho”.

O espetáculo integra a programação da edição de 2022 do projeto “Lavrar o Mira e a Lagoa – As Artes Além Tejo” e será apresentado às 19h00 de ambos os dias no jardim ribeirinho de Odemira, junto ao rio Mira.

Concebido por Mathieu Levavasseur, “Balad’O” junta seis acrobatas e cincomúsicos, num espetáculo que temcomo “ponto de partida” a “pesquisa entre o circo e a água” que a companhia tem vindo a promover ao longo dos anos, explica ao “SW” Lusa Giacomo Scalisi, diretor artístico do “Lavrar o Mira e a Lagoa”.

Nesta produção “eles construíram todo um universo a partir de personagens inventados”, numa “mistura de crustáceos, peixes e humanos”, e que “habitam neste universo entre a água e a terra”, disse.

Segundo o programador artístico, o espetáculo “tem uma forte ligação à natureza que está à nossa volta”, contando com “um pequeno trajeto itinerante” antes de chegar à água, onde terão lugar “muitas surpresas”.

Depois de Odemira, “Balad’O” será apresentado, no próximo fim-de-semana, dias 11 e 12 de junho, também às 19h00, na lagoa de Santo André, no concelho vizinho de Santiago do Cacém.

“Não foi fácil fazer o espetáculo na lagoa [de Santo André], pois é uma área natural muito protegida. Mas conseguimos com o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas encontrar a maneira de representar na lagoa”, adianta Giacomo Scalisi.

A iniciativa “Lavrar o Mira e a Lagoa – As Artes Além Tejo” é promovida pela cooperativa cultural Lavrar o Mar, com sede em Aljezur, nos concelhos de Santiago do Cacéme de Odemira. O projeto é financiado pelos dois municípioslitoral alentejano, assim comopela DireçãoGeral das Artes e pelos programas operacionais Alentejo 2020 e Compete 2020.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima