CIMBAL exige reforço da verba para passes sociais

CIMBAL exige reforço da

A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) exige “um substancial reforço” da verba do Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos (PART) atribuída à região. A exigência surge numa moção apresentada pelo PS, aprovada por maioria na Assembleia Intermunicipal da CIMBAL, que será enviada ao Governo e a outros responsáveis.
De acordo com a moção, o modelo de financiamento e a distribuição das verbas entre as diferentes zonas do país ao abrigo do PART não garante a equidade entre as 21 comunidades intermunicipais e as áreas metropolitanas de Lisboa e Porto.
“Dos 104 milhões de euros afectos a este programa, 74 milhões serão para a Área Metropolitana de Lisboa, 15 milhões vão para a área Metropolitana do Porto, ficando o resto do país apenas com 15 milhões de euros”, acrescenta a moção da CIMBAL, considerando que a parcela de 246 mil euros para o Baixo Alentejo “se revela claramente insuficiente para fazer face às necessidades mais básicas em termos de transportes públicos” e “vai continuar a acentuar as assimetrias sociais e regionais”.

Ver mais informação na edição de 3 de Maio do “Correio Alentejo”, já nas bancas

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima