Centro de Arqueologia e Artes de Beja abre com exposição

O Centro de Arqueologia e Artes de Beja, um investimento da Câmara Municipal em plena Praça da República, abre portas neste sábado, 3, pelas 11h00, com a inauguração da exposição “Cangiante”, a partir de obras da coleção da Caixa Geral de Depósitos.

A mostra, que tem curadoria de Antonia Gaeta, vai estar patente até dia 6 de novembro, dando a conhecer obras de mais de 30 artistas, entre os quais Ana Hatherly, Cruzeiro Seixas, Jorge Vieira, Lourdes Castro, Pedro Calapez ou Rui Chafes.

Segundo a autarquia, no âmbito desta iniciativa foi desenvolvida “uma série de parcerias e colaborações com diferentes agentes e estruturas que operam na cidade, entre os quais o Conservatório Regional do Baixo Alentejo, o Instituto Politécnico de Beja e os Agrupamentos Escolares I e II da Escola Secundária Diogo de Gouveia”.

“O Conservatório de Música de Beja associou-se, igualmente, à ‘Cangiante’, através da produção de uma peça sonora com a qual se dá início à exposição”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima