CDU contra final da feira RuralBeja

CDU contra final

A CDU contesta a decisão da Câmara Municipal de Beja, liderada pelo socialista Paulo Arsénio, de não dar continuidade à feira RuralBeja, que decorria no mês de Outubro.
Em comunicado, os eleitos da CDU dizem tratar-se de evento “com cariz eminentemente rural e vocacionado para o mundo agrícola”, que estava afirmado “como promotor do sector, integrado numa estratégia mais global de desenvolvimento do concelho e da região, com vista à promoção do investimento e produção agro industrial”.
A CDU acrescenta que “o retorno económico directo da RuralBeja, em 2017, foi de cerca de 1.400.000 euros”, além de ter contribuído para a “promoção da região”.
Por tudo isto, os eleitos da CDU na Câmara de Beja expressam a sua “preocupação face à incógnita sobre se este novo formato, denominado Patrimónios do Sul, representará igual ou superior impacto e retorno económico, directo e indirecto, de tamanha importância para o desenvolvimento” da região, “lamentando a decisão de não dar continuidade a um certame que já, inequivocamente, se havia afirmado no panorama regional e nacional”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima