Castro Verde: Grande incêndio provoca quatro feridos

Castro Verde: Grande incêndio provoca quatro feridos

Um incêndio de “grandes dimensões” deflagrou nesta segunda-feira, 13, pelas 17h00, no concelho de Castro Verde, tendo já consumido centenas de hectares de pasto e seara. Quatro bombeiros ficaram feridos no combate às chamas, dois deles com queimaduras graves e já heli-transportados pelo INEM para Lisboa.
Segundo fontes da Protecção Civil, o incêndio começou na zona da Lagoa da Mó, na sequência de um incêndio agrícola, e obrigaram, primeiro, ao corte da EN2 entre as localidades de Castro Verde e do Carregueiro e, depois, do IP2, entre Castro Verde e a vila de Entradas.
No combate às chamas estão mais de uma centena de bombeiros, apoiados por meia centena de viaturas e três meios aéreos. O incêndio acabou por causar quatro feridos entre os bombeiros: dois da corporação de Cuba, que sofreram queimaduras graves e já foram transportados no helicóptero do INEM para Lisboa, e outros dois de Castro Verde e de Ferreira do Alentejo, com ferimentos ligeiros.
“O grande inimigo foi mesmo o vento fortíssimo que se colocou entre as 17h30 e as 20h00”, referiu aos jornalistas o presidente da Câmara de Castro Verde, António José Brito, acrescentando que as chamas, que atravessaram “praticamente todo o concelho” desde a EN2 à EN123, estão a “afectar todo o coração da Reserva da Biosfera de Castro Verde”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima