Castro Verde com orçamento de 18,5 milhões em 2021

A Câmara de Castro Verde aprovou para 2021 um orçamento no valor de 18.530.000 euros, que inclui investimentos em novos projectos na ordem dos 7,1 milhões de euros, entre os quais a construção da Zona de Actividades Económicas e a requalificação da Escola Secundária. As Demonstrações Orçamentais para 2021 da autarquia castrense foram aprovadas por maioria no final da passada semana, com os votos favoráveis dos eleitos do PS e a abstenção da CDU, e representam um aumento de quase 3,3 milhões de euros face ao orçamento deste ano.
“Continuamos a trabalhar para o futuro de Castro Verde”, sublinha o presidente da autarquia, António José Brito, considerando que o ano de 2021 é de “grandes desafios”, dispondo a Câmara Municipal “de uma ‘carteira’ de projectos que serão fundamentais e que, nalguns casos, estão em curso ou já estão adjudicados para executar” no próximo ano.
Nesse sentido, o orçamento da Câmara de Castro Verde para 2021 prevê um volume de investimentos na ordem dos 7,1 milhões de euros, em que se destacam a construção da Zona de Actividades Económicas e a requalificação da Escola Secundária.
“A nossa convicção é que 2021 será ‘o ano da grande requalificação’ da Escola Secundária, num processo que implicará investimento público acima de 3,1 milhões de euros, o que não tem paralelo no concelho de Castro Verde”, destaca António José Brito.
A par disto, a autarquia castrense vai avançar no próximo ano, entre outras, com as empreitadas de construção da Casa Mortuária de Entradas e da primeira fase do alargamento do Cemitério Municipal de Castro Verde, assim como com as obras do eixo da Rua da Batalha e Rua da Aclamação e do eixo Largo Vítor Prazeres e Rua António Francisco Colaço, e a construção do parque de estacionamento do Santo.
Em 2021 a Câmara de Castro Verde vai ainda investir na renovação dos parques infantis da vila, na pintura e requalificação do Cine-teatro Municipal, na revisão do Plano Director Municipal e na renovação da frota de transportes da autarquia.
Todo este investimento junta-se às obras executadas e quase concluídas pela Câmara Municipal em 2020, no valor de 2,9 milhões de euros, nomeadamente a construção do Centro de Artes e da Viola Campaniça, a requalificação da estrada para Santa Bárbara de Padrões, a requalificação do Pavilhão Desportivo António dos Anjos, a renovação urbana e da rede de águas na Rua Morais Sarmento e o apoio à requalificação da Basílica Real.
“No total, estamos a falar de cerca de 10 milhões de euros de investimento, num volume de obras incomparável na história recente do concelho de Castro Verde, para concluir ou iniciar-se em 2021”, enfatiza António José Brito.

Freguesias com mais verbas

As Demonstrações Orçamentais para 2021 da Câmara de Castro Verde preveem um reforço em 8% dos valores a transferir pela autarquia para as quatro juntas de freguesia do concelho, num montante total de 552715 euros (mais 59.500 euros que em 2020).
A União das Freguesias de Castro Verde e Casével vai receber 200.215 euros (mais 25.015 euros que no presente ano) e a Junta de Freguesia de Entradas uma verba de 114.940 euros (mais 9.940 euros).
Já a Junta de Santa Bárbara de Padrões receberá 141.768 euros (reforço de 10.668 euros face a 2020) e a de São Marcos da Atabueira o valor de 90.792 euros (mais 8.892 euros).
“Acreditamos que estamos perante acordos bem conseguidos e que mereceram concordância da Câmara e de todas as juntas de freguesia”, vinca António José Brito, assinalando “o esforço comum que traduz a capacidade de conviver com visões e perspectivas políticas diferentes mas, ao mesmo tempo, trabalhando para construir um concelho muito melhor para todos”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima