Castrense teve época “de ouro” em 2016-17

Castrense teve época

Olhando para a época desportiva 2016-2017, o presidente do FC Castrense não tem dúvidas em reconhecer que este foi um “ano de ouro” para o clube, talvez o melhor de sempre nos seus 64 anos de história.
“Foi um ano a todos os níveis espectacular. Não só em termos em desempenho desportivo, mas também em termos financeiros”, sublinha Carlos Alberto Pereira, lembrando as subidas das equipas de futebol sénior, o terceiro lugar conquistado pela equipa feminina no nacional, os títulos distritais e regionais no atletismo, a chamada de um atleta do hóquei em patins à Selecção Nacional e a medalha de prata na Taça de Portugal de patinagem artística.
“Penso que nem daqui a muitos anos vai aparecer um clube que consiga igualar aquilo que fizemos este ano”, acrescenta o dirigente, defendendo a ideia de que o FC Castrense “é, de facto, o clube mais eclético da região”.
“No geral, penso que o FC Castrense é uma referência a nível distrital e no sul do país”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima