CAP espera que Governo reveja a sua posição sobre a conclusão de Alqueva

CAP espera que Governo reveja a sua posição sobre a conclusão de Alqueva

O presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) defende que o Governo deve “rever a sua posição” quanto à data de conclusão do projecto de Alqueva e colocar o regadio "dentro dos prazos que estavam programados”.
Em declarações à Agência Lusa, João Machado mostrou-se preocupado, “não tanto pela dilação no tempo de dois ou três anos pela conclusão das obras” de Alqueva, mas mais com os projectos agrícolas daquela zona, já concluídos, que estão dependentes de regadio.
“Tem de ser encontrada uma solução para esses projectos que tinham uma calendarização para ter água e que agora, eventualmente, não irão ter. A solução passará, seguramente, por o Ministério da Agricultura rever a sua posição e colocar a água dentro dos prazos que estavam programados”, afirma.
Recorde-se que em Setembro passado, a ministra da Agricultura, Assunção Cristas, prometeu um “grande empenho” na finalização do Alqueva até 2015, mas salientou que o andamento da obra dependia das “condições de financiamento do Estado português”.
Na altura, a governante frisou que “não é possível fazer um esforço imenso de financiamento para concluir Alqueva em 2013”, como estava previsto pelo anterior Governo PS, referindo que o actual executivo ia “arregaçar as mangas para que seja possível concluir [as obras] até 2015”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima