Candidatura de Castro a Reserva da Biosfera avança

Candidatura de Castro a

A aprovação da candidatura do concelho de Castro Verde a Reserva da Biosfera da Unesco deverá ser decidida em 2017, depois de o processo ter ficado formalmente concluído recentemente.
A candidatura promovida pela autarquia, Liga para a Protecção da Natureza e Associação de Agricultores do Campo Branco já recebeu o parecer positivo do Comité Nacional da Unesco e a subscrição do Estado Português, tendo sido entregue na Unesco, em Paris, onde será avaliada no próximo ano.
De acordo com a autarquia, a candidatura “é o resultado de uma metodologia de trabalho alargado, desenvolvido ao longo dos dois últimos anos, que envolveu a comunidade e as entidades locais, mas também entidades regionais e nacionais com intervenção no território”.
A apresentação da candidatura tem por base o facto de Castro Verde ser um “eco-sistema humanizado de alto valor natural”, fruto do trabalho contínuo de há várias décadas e “onde a agricultura tem desempenhado um papel fundamental, com resultados ao nível da preservação da biodiversidade e dos valores naturais, culturais e paisagísticos que conferem ao concelho uma diversidade única e específica”, acrescenta o Município.
A Câmara de Castro Verde acrescenta que a classificação do concelho como biosfera “lançará novos desafios” e “potenciará uma dinâmica local e de trabalho em rede”, tendo por base um plano de acção assente em seis eixos: agro-eco-sistema sustentável; soluções locais para a desertificação e clima; natureza e cultura: desafios e oportunidades; conhecimento e transferência do saber; redes de cooperação e participação comunitária; identidade e promoção.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima