Candidato da CDU defende ferrovia para potenciar aeroporto

Candidato da CDU defende

O candidato da CDU em Beja defende a construção de uma ferrovia que ligue Sines à cidade, seguindo depois para Évora e Badajoz, no sentido de potenciar o aeroporto.
João Rocha assume que, caso seja eleito, vai “lutar” para que “se construa a ligação ferroviária Sines-Beja-Évora-Badajoz”, importante para aproveitar “integralmente a infra-estrutura do aeroporto de Beja”.
A criação desta linha de transporte de mercadorias é uma das propostas que constam do compromisso eleitoral que a CDU apresentou esta terça-feira, 10, em Beja, para as autárquicas do próximo dia 29 de Setembro, no âmbito da corrida à liderança daquele município, actualmente gerido pelo PS.
No documento apresentado pelo candidato comunista, em conferência de imprensa, são também assumidas outras prioridades na área das acessibilidades, nomeadamente a intenção de pugnar pela conclusão das obras rodoviárias nos IP 2 e 8.
A modernização e electrificação da linha ferroviária e a recuperação da ligação directa do Intercidades Beja/ Lisboa/ Beja, assim como da ligação directa ao Algarve, através da Funcheira, são outras das “batalhas” enumeradas por João Rocha.
No documento de três páginas, a CDU “propõe-se assumir a liderança autárquica em Beja e a condução dos destinos da cidade e do concelho com uma estratégia e rumo bem definidos”.
O compromisso eleitoral inclui um conjunto de propostas assentes em três eixos fundamentais: gestão participada, sustentabilidade e desenvolvimento económico e social.
A promoção de parcerias, da inclusão e da interculturalidade, o fomento do associativismo, mais e melhores serviços públicos, reforço dos espaços culturais existentes, atenção ao património edificado e arqueológico, recuperação e criação de espaços públicos de lazer, o combate ao isolamento e o apoio aos idosos e população dependente são algumas das prioridades.
Entre outras acções, ao nível económico, João Rocha compromete-se a potenciar recursos endógenos, captar investimentos, fixar pessoas e criar emprego, tencionando dedicar especial atenção à indústria e à agricultura.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima