Câmara de Vendas Novas contra privatização da água e resíduos

Câmara de Vendas Novas contra

A gestão comunista da Câmara de Vendas Novas manifestou-se esta segunda-feira, 28, contra a privatização do sector da água e resíduos, tendo enviado para a Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) um parecer desfavorável sobre a matéria.
Em comunicado, o Município informa que a tomada de posição resulta da análise do projecto de decreto-lei que altera o “regime jurídico dos sistemas multinacionais de captação, tratamento e distribuição de água para consumo público, de recolha, tratamento e rejeição de efluentes e de recolha e tratamento de resíduos”.
E da proposta de lei que procede à alteração do “regime jurídico dos serviços municipais de abastecimento público de água, do saneamento de águas residuais e de gestão de resíduos urbanos”.
A autarquia considera que estas propostas de lei “correspondem a uma determinada linha ideológica de pensamento neoliberal”, que o Governo pretende imprimir com a privatização destes sectores.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima