Câmara de Ourique com “contas equilibradas”

A Câmara de Ourique terminou o ano de 2020 com uma dívida à banca de quase 2,4 milhões de euros, menos cerca de 18,6 milhões que o valor registado no ano de 2005.

O resulta consta do Relatório de Gestão de 2020 da Câmara de Ourique, aprovado na passada semana em sessão da Assembleia Municipal de Ourique, com o voto favorável dos eleitos do PS e a abstenção do PSD.

Em comunicado, a Câmara de Ourique destaca que, “em junho de 2021, apesar do esforço realizado para acorrer à emergência de saúde pública, sem deixar de concretizar as iniciativas municipais essenciais, a dívida do município voltou a ser reduzida para cerca de 2,1 milhões de euros”.

Segundo a autarquia, liderada pelo socialista Marcelo Guerreiro, “o processo de regularização sustentada da dívida à banca e aos fornecedores está contratualizada, é amortizada mensalmente, permitindo gerar um quadro de confiança, equilíbrio e credibilidade do município perante terceiros”, revelando que “o pagamento da faturação normal a fornecedores é efetuado no prazo máximo de 8/10 dias”.

A Câmara de Ourique refere ainda que este resultado “permite encarar com confiança o futuro em matéria de aproveitamento das oportunidades de relançamento das dinâmicas interrompidas pela pandemia, de reforço da resiliência das comunidades e dos territórios e de concretização de projetos importantes para responder ao presente e aos desafios do futuro”.

“Ourique está em melhor condições de assegurar a componente de financiamento nacional, logo de poder aproveitar as oportunidades de intervir no território a bem das pessoas, das suas dinâmicas, da sustentabilidade e do mundo rural”, conclui o comunicado do município.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima