Câmara de Odemira vai apoiar Fluvial Odemirense

O novo presidente da Câmara de Odemira, o socialista Hélder Guerreiro, anunciou nesta segunda-feira que a autarquia está “totalmente disponível” para apoiar o Clube Fluvial Odemirense (CFO), cujas instalações foram destruídas por um incêndio na madrugada de sábado, 9.

“Temos de encontrar com o clube a forma de adquirir” os equipamentos em falta, “que reponham” a sua “capacidade de treino e de competição”, afirmou o autarca em declarações ao “CA”.

Para Hélder Guerreiro, o CFO “é um clube fundamental” em Odemira “numa modalidade que é estratégica no concelho”.

O alerta para o incêndio nas instalações do CFO foi dado às 05h37 de sábado, sendo que no local estiveram 14 operacionais, auxiliados por seis viaturas e elementos da GNR.

Horas depois, a Polícia Judiciária anunciou a detenção, através do seu Departamento de Investigação Criminal de Portimão, de um cidadão alemão de 35 anos “por fortes indícios” da prática do crime de incêndio ocorrido em Odemira.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima