Câmara de Castro Verde investe 54 mil euros nas AEC’s

A Câmara de Castro Verde está a dinamizar, de forma “muito ativa”, as Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC’s) nas escolas do primeiro ciclo do concelho, num investimento total de 54.120 euros.

Segundo a autarquia, a dinamização dessas atividades cabe à Cortiçol (que recebe uma verba de 28.420 euros para tal), à LPN – Liga para a Proteção da Natureza (14.400 euros) e ao projeto Buínho (11.300 euros).

A mesma fonte explica que, “face às dificuldades sentidas em outros anos letivos, o município assumiu, logo no momento em que tomou a responsabilidade de promover as AEC’s, o objetivo de desenvolver uma resposta lúdico-pedagógica atrativa para os alunos em domínios com a música, artes plásticas, leitura, escrita e expressão dramática”.

Nesse âmbito, o projeto “é dinamizado por quatro monitoras e monitores contratados pela Cortiçol”, que em parceria com técnicas da Biblioteca Municipal, e numa “lógica flexível”, proporcionam a todas as crianças dos quatro níveis de ensino do primeiro ciclo “sessões de atividades lúdico-expressivas que exploram a criatividade e a expressão artística”.

Já a LPN, através do Centro de Educação Ambiental do Vale Gonçalinho, assume nesteano letivo,“e pela primeira vez”, a responsabilidade de promover atividades “de educação e sensibilização ambiental” na recém-criada AEC “Biosfera de Castro Verde”, por forma a reforçar“o trabalho já desenvolvido no âmbito do currículo local do primeiro ciclo”.

Por fim, e como a Biosfera de Castro Verde “é também espaço de criatividade e inovação na descoberta do território e da sustentabilidade”, está em curso uma AEC dinamizada pelo projeto Buinho e que visa estimular“a capacidade de construir, reparar, programar e desenvolver diferentes soluções, com recurso aos materiais e à tecnologia”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima