Câmara de Almodôvar apoia empresas com 250 mil euros

Câmara de Almodôvar apoia

Ajudar as empresas do concelho a ultrapassar a crise financeira causada pela pandemia de Covid-19 é o grande objectivo do novo Programa de Apoio do Tecido Empresarial do Concelho de Almodôvar (PATECA), lançado pela Câmara Municipal. O novo programa representa um investimento de 250 mil euros, a fundo perdido, e pretende ser, segundo o presidente da autarquia, um balão de oxigénio para as finanças das empresas e empresários locais.
“Vamos tentar fazer com que esta crise financeira não seja ainda maior do que já é a crise social neste momento”, frisa António Bota em declarações ao “CA”, garantindo que todas as empresas do concelho serão beneficiadas pelo PATECA, ainda que “com percentagens [de financiamento] diferentes”.
Nesse sentido, explica o edil almodovarense, os apoios serão dados por número de colaboradores (incluindo o empresário como colaborador se assim estiver na informação da Segurança Social) e distribuídos em função da massa salarial de cada empresa, em percentagens diferentes que poderão ir dos 70% aos 10% sobre o ordenado mínimo nacional.
“Aquilo que estamos a fazer na Câmara de Almodôvar é tentar dar um empurrão ao empreendedorismo, aos empresários, ao tecido empresarial em toda a sua conjuntura, incluindo todos, da empresa grande até ao empresário em nome individual”, frisa António Bota, explicando que os apoios serão pagos neste mês de Abril e depois em Maio.
“Vai haver uma pequena injecção financeira na tesouraria das empresas, como forma de as ajudar a ultrapassar esta crise financeira”, diz.
A par do PATECA, a Câmara de Almodôvar conta lançar em breve duas novas medidas de apoio ao comércio local. Uma das medidas tem que ver com o incentivo às visitas turísticas a Almodôvar, “para que as pessoas venham ao concelho”. A outra será de índole financeira, a implementar “lá mais para o Verão, quando tudo estiver a funcionar”.
“Nessa altura, lançaremos outro programa financeiro de apoio”, a rondar os 300 mil euros, assegura António Bota, que acrescenta: “Até final do ano, serão mais de meio milhão de euros investidos na revitalização do tecido empresarial do concelho de Almodôvar, com todos incluídos”.
O autarca revela ainda que parte deste montante é proveniente do que vai ser poupado com o cancelamento de eventos. O restante “sairá de outros processos que vamos canalizar para estas medidas financeiras”, continua António Bota.
Para o edil almodovarense, o papel das autarquias não é só “fazer estradas ou festas”. Sobretudo num momento como o actual. “Estamos cá para fazer de tudo e, neste momento, a prioridade da Câmara de Almodôvar é revitalizar o tecido empresarial”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima