Câmara de Aljustrel avança com novo loteamento

Dar resposta à necessidade de oferta habitacional na vila de Aljustrel é o grande objectivo da Câmara Municipal com o projecto do loteamento urbano do Torito, licenciado pelo executivo municipal na quarta-feira, 26.

De acordo com a autarquia, este projecto “irá permitir a delineação de 25 lotes, 24 dos quais destinados para habitação unifamiliar e um para habitação multifamiliar e comércio/serviços”, dando “resposta à necessidade de oferta habitacional na vila de Aljustrel” e respeitando “a morfologia e a imagem urbana envolvente”.

A Câmara de Aljustrel explica que se trata de uma zona “sem qualquer utilização” e que o futuro loteamento “dinamizará o aglomerado urbano, passando a proposta pela consolidação da malha urbana já existente, tentando criar um prolongamento da mesma”.

Além do mais, acrescenta, “com o avanço deste loteamento permitir-se-á o direito à aquisição de terrenos para construção própria e, ao mesmo tempo, beneficiar-se-á a zona envolvente, nomeadamente com a criação de novos arruamentos, novos lugares de estacionamento, infra-estruturas de saneamento básico, iluminação e novos espaços verdes e de lazer”.

O município mineiro revela ainda que a zona de intervenção “abrange uma área de 17.625,00 metros quadrados”, estando previstos lotes para moradias unifamiliares, “com um piso acima do solo e sem projecto de arquitetura tipo”, mas também moradias unifamiliares em banda, “com dois pisos acima do solo e para as quais será elaborado um projeto de arquitectura tipo”.

Em simultâneo está prevista “a construção de um edifício multifamiliar misto”.

A Câmara de Aljustrel adianta que o regulamento “que definirá todos os critérios para a aquisição dos referidos lotes” será disponibilizado “brevemente”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima