Caixa de Aljustrel e Almodôvar com boas expectativas para 2024

Orlando Felicíssimo (2023)

Com 2024 já em “velocidade de cruzeiro”, o presidente do conselho de administração da Caixa Agrícola de Aljustrel e Almodôvar (CAAA), que opera nestes dois concelhos e no de Castro Verde, estima que a instituição possa “continuar a crescer” este ano, apesar do atual cenário “completamente distinto”.

“Neste momento, as operações passivas estão a ser remuneradas por taxas mais elevadas, o que vai fazer com a que a margem fique mais esmagada do que aconteceu em 2023. Portanto, esperam-se resultados mais modestos no ano de 2024, por via da redução da margem da atividade”, explica Orlando Felicíssimo ao “CA”.

Por outro lado, continua, “estamos com um projeto no Grupo de redução de crédito improdutivo e isso também fará com que se tenham de alocar resultados para resolver algumas questões de crédito”.

“ É um esforço que se irá fazer em 2024 e penso que o resultado obtido em 2023 é histórico e não será facilmente repetível. Porque foi a conjugação de diversos fatores, internos e externos, que acabaram por gerar este resultado”, conclui o presidente da CAAA.

Opinião

Carlos Pinto

12 de Abril, 2024

Valerá tudo por tática política?

Napoleão Mira

12 de Abril, 2024

Por Fim… A Liberdade!

Luís Menezes

5 de Abril, 2024

FIGURAS DE ONTEM DO ALENTEJO: Domingos Garcia Peres (1812-1902)

Carlos Pinto

28 de Março, 2024

Valorizar o que é nosso

Vitor Encarnação

28 de Março, 2024

Insónia

Luís Menezes

22 de Março, 2024

FIGURAS DE ONTEM DO ALENTEJO: Francisco Martins Pulido (1815-1876) 

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima