Bombeiros do distrito de Beja apoiaram combate ao incêndio de Castro Marim

Os bombeiros do distrito de Beja colaboraram no combate ao incêndio que no início desta semana devastou cerca de 9.000 hectares de floresta e mata na zona de Castro Marim, no Algarves.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja, foi criado um Grupo de Reforço para Combate a Incêndios Florestais (GRIF) composto por nove veículos e 30 bombeiros, “que ao longo destes dias e com base nas rendições das suas guarnições, manteve a sua operacionalidade a 100%”.

Segundo a mesma fonte, o comando do GRIF esteve a cargo dos bombeiros de Mértola, Cuba, Odemira, Beja, Vila Nova de Milfontes e Moura, enquanto no combate às chamas estiveram os bombeiros de Mértola, Serpa, Almodôvar, Vidigueira.

No apoio ao combate estiveram bombeiros de Alvito e Ourique e no apoio sanitário bombeiros de Ferreira do Alentejo.

“Os que foram, os que estão e os que estão dispostos a ir: bem hajam pela atitude. Àqueles que na retaguarda deram e dão sustentabilidade a toda esta operação, uma nota de agradecimento”, frisa o CDOS de Beja em comunicado enviado ao “CA”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima