Bloco de rega Roxo/ Sado vai ter o dobro da área

Bloco de rega Roxo/ Sado

O bloco de rega Roxo/ Sado, na zona da freguesia de Rio de Moinhos (concelho de Aljustrel), vai abranger cerca de quatro mil hectares, o dobro da área inicialmente prevista.
A informação foi adiantada pelo novo presidente da EDIA, José Pedro Salema, durante uma reunião mantida esta semana com o autarca de Aljustrel, o socialista Nelson Brito.
Durante o encontro, o edil mineiro aproveitou a ocasião para apresentar ao responsável pela empresa do Alqueva os projectos de ampliação e criação de novas zonas de localização empresarial previstas no processo de revisão do PDM – Plano Director Municipal em curso, nomeadamente o Pólo Industrial de Aljustrel, a Zona Empresarial de Ervidel e Montes Velhos e a Zona Empresarial do nó da A2, em Rio de Moinhos.
Fonte municipal revela ao “CA” que Nelson Brito aproveitou também a ocasião “para reclamar junto da EDIA a realização de obras de reparação nas estradas nacionais, regionais e municipais que sofreram grande desgaste na sequência da muita circulação de pesados com origem nas empreitadas de instalação da rede secundária de Alqueva no concelho”.
A reunião serviu igualmente para ambas as partes analisarem o potencial turístico da albufeira do Roxo, “articulado com a lógica de fins múltiplos de Alqueva”, perspectivando-se “a possibilidade de construção de um parque de campismo e o desenvolvimento de várias actividades associadas ao turismo náutico” no local.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima