Bens da COOP Castrense à venda por 566 mil euros

Bens da COOP Castrense

Os bens da Cooperativa Popular de Consumo (COOP) Castrense, de Castro Verde, foram colocados à venda pelo administrador da insolvência pelo valor de 566 mil euros.
Depois dos trabalhadores terem chumbado, durante a assembleia de credores realizada a 15 de Abril, o plano de viabilização apresentado pela direção da COOP, a instituição entrou em processo de insolvência e segundo apurou o “CA” os seus bens podem agora ser adquiridos até 1 de Julho.
Os interessando devem apresentar uma proposta em carta fechada dirigida ao administrador da insolvência e indicando o processo 234/12.5TBORQ, do Tribunal Judicial de Ourique.
A Verba 1, que inclui as fracções autónomas A, B e CB do prédio urbano sito na rua Alexandre Herculano, onde funcionava a antiga loja da COOP Castrense e com as áreas de 1.253 metros quadrados no piso térreo e 159 metros quadrados no primeiro piso, está à venda por 324 mil euros.
Já a Verba 2, referente à fracção autónoma A/D do mesmo prédio, com a área de 430 metros quadrados, custará 200 mil euros aos interessados.
Finalmente, a Verba 3 inclui o recheio do estabelecimento e duas viaturas ligeiras de mercadorias, que poderão ser adquiridos por 42 mil euros.
Segundo apurou o “CA”, poderão ser apresentadas propostas individualizadas, por verba, ou uma proposta global, desde que o seu valor seja igual “ao do somatório das melhores propostas individuais”.
As propostas vencedoras serão anunciadas a 2 de Julho, às 11h00, no escritório do administrador da insolvência e na presença de todos os interessados.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima