Beja recebe investimento em novo ‘hub’ tecnológico

A empresa portuguesa InnoWave acaba de abrir em Beja um novo hub tecnológico centrado nas áreas da cibersegurança e da Internet das Coisas (IoT – Internet of Things), que poderá criar até 50 novos postos de trabalho nos próximos três anos.

O projeto resulta de uma colaboração da empresa com o Instituto Politécnico (IPBeja), NERBE e Câmara Municipal e “irá reforçar e suportar” as suas atividades “aplicadas ao desenvolvimento de produtos e soluções”, revela a InnoWave em comunicado enviado ao “CA”.

A par disso, o novo hub poderá igualmente “incorporar, de forma integrada, os projetos e soluções da Dark Clarity (empresa de cibersegurança) e da ViGIE (empresa de IoT) do grupo InnoWave”.

Em simultâneo, a InnoWave pretende com este investimento em Beja promover e aumentar a relação entre as empresas e o mundo académico.

A ligação entre as empresas e o mundo académico tem de ser cada vez mais próxima. A realidade mostra que a maioria dos grandes projetos e startups nasceu nos meios académicos, e Portugal está entre os melhores, tanto no universo académico como no da inovação tecnológica“, diz Tiago Gonçalves, CEO da empresa, citado no comunicado.

O mesmo responsável acrescenta que o IPBeja “tem o melhor mestrado em cibersegurança do país”, que é “focado na componente ofensiva,  e outro em IoT”.

“Tenho a certeza que irão nascer grandes projetos desta parceria”, afiança.

Também citado no comunicado, o professor Rui Silva, coordenador do Lab UbiNET do IPBeja, refere que “esta iniciativa da InnoWave é muito relevante para o IPBeja, para a região, para o desenvolvimento tecnológico e para a própria” empresa.

Criado há 13 anos e com sede em Portugal, o grupo InnoWave emprega atualmente cerca de 400 colaboradores em todo o mundo.

A empresa tem escritórios em Portugal, Reino Unido, Bélgica, Holanda, EUA e Índia, contando mais de 100 clientes globais localizados em mais de 20 países.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima