BD em Odemira apela à defesa do montado

BD - Histórias à Sombra do Montado 1

As bandas desenhadas do projeto “Histórias à Sombra do Montado”, que alerta para o declínio deste ecossistema, já começaram a ser distribuídas, de forma gratuita, pelo concelho de Odemira.

O projeto, coordenado por Hugo Tornelo e Rita González, tem como objetivo consciencializar a população para o declínio do sobreiro e do montado na região e reúne “quatro histórias independentes”, impressas em formato de jornal e de livro.

Segundo Hugo Tornelo, foram editados “cerca de 10 mil jornais”, que já começaram a ser distribuídos “por todo o concelho de Odemira, em cafés, estabelecimentos e em vários sítios onde as pessoas estão”.

Cada jornal tem, no final, “sete boas práticas para a regeneração do montado”, para, “de forma acessível, as pessoas perceberem o que pode ser feito”, sublinha.

O livro, por sua vez, destina-se à Biblioteca Municipal de Odemira e às bibliotecas dos agrupamentos escolares. “Ao contrário do jornal, no final, [o livro] tem atividades para serem feitas dentro e fora da sala de aula com os alunos, sobre o montado, para um conhecimento maior” sobre este ecossistema, adianta o coordenador.

A escolha dos autores das histórias e dos ilustradores foi feita de forma a conseguir “registos diferentes, tanto a nível do ilustrador, como de quem escreve”.

Ao nível de escrita, participam nomes como Afonso Cruz, Luís Afonso, Ana Margarida de Carvalho e Ana Bárbara Pedrosa, enquanto, na ilustração, os coordenadores procuraram também “registos diferentes”.

“Temos a Joana Afonso, que tem um certo tipo de registo, a Marta Teives, o Nuno Saraiva, que também é bastante conhecido, e o João Maio Pinho, com um registo mais a preto e branco”, revela.

Para o presidente da Câmara de Odemira, “o desenvolvimento rural e o montado estão no ADN do concelho”.

Por isso mesmo, frisa Hélder Guerreiro, o projeto “procura que haja uma maior sensibilização intergeracional” junto da população “para a preservação do montado, considerando a sua relevância” no ecossistema e na economia, a par da “beleza que a sua extensão imprime na paisagem” do território “há tantas gerações”.

Opinião

Carlos Pinto

24 de Maio, 2024

Tensão extrema!

Vitor Encarnação

24 de Maio, 2024

Sábado à noite

Carlos Pinto

10 de Maio, 2024

O futuro dos Bombeiros!

Napoleão Mira

10 de Maio, 2024

A Alquimia das Favas

Carlos Pinto

26 de Abril, 2024

Abril, sempre!

Carlos Pinto

12 de Abril, 2024

Valerá tudo por tática política?

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima