Basílica de Castro Verde reabre ao culto após obras

Basílica de Castro Verde

Depois de quatro meses de obras de requalificação no seu exterior, a Basílica Real de Castro Verde reabre ao culto já neste domingo, 8 de Dezembro. A cerimónia de reabertura do monumento, agendada para as 16h00, integra o programa da festa em honra de Nossa Senhora da Conceição, promovida pela Paróquia de Castro Verde, e contará com as presenças do bispo de Beja, D. João Marcos, do secretário de Estado adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel, e do presidente da Câmara Municipal, António José Brito.
Após a cerimónia de reabertura, terá lugar uma missa solene, seguida de procissão pelas ruas da vila, acompanhada pela Escola de Cadetes dos Bombeiros Voluntários de Castro Verde e pela banda filarmónica da Sociedade 1º de Janeiro, de Castro Verde.
Recorde-se que a primeira fase das obras de requalificação da Basílica Real de Castro Verde contemplaram a limpeza manual do telhado, o arranjo de portas e janelas e a pintura total do monumento, num investimento total de 65 mil euros.
A intervenção foi financiada pela Câmara de Castro Verde em 28.285 euros e pelo Governo, através do Programa de Equipamentos Urbanos de Utilização Colectiva, em 26.225 euros. A União de Freguesias de Castro Verde e Casével e a Paróquia de Castro Verde assumiram um encargo de 5.245 euros cada.
De acordo com a autarquia castrense, já está confirmada a aprovação da candidatura a um co-financiamento da segunda fase das obras em 85% por fundos comunitários, através do programa Alentejo 2020. A segunda fase das obras vai implicar um investimento de 381.300 euros e incluir uma intervenção de conservação e restauro do teto pintado em madeira da basílica.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima