Baixo Alentejo já aprovou mais de 100 milhões em fundos europeus

Baixo Alentejo já aprovou mais

O programa operacional regional Alentejo 2020 já aprovou para o Baixo Alentejo mais de 100 milhões de euros em projectos vocacionados para as áreas da saúde, equipamentos sociais, espaços de fixação empresarial e escolas. Os números são avançados pelo deputado do PS eleito por Beja, que elogia o trabalho feito pelo actual Governo nesta matéria.
Segundo Pedro do Carmo, até ao momento, o Baixo Alentejo “viu aprovados 104 milhões de euros” no âmbito do Alentejo 2020, enquanto o Alentejo Central teve 89 milhões de euros e o Alto Alentejo 99 milhões de euros.
Além do mais, acrescenta, na área da Edução, a actual reprogramação do programa, “já aprovada e muito bem negociada pelo então ministro Pedro Marques, permitirá um acréscimo de cinco milhões de euros para investimento nas escolas da nossa região”. “Este valor duplica os recursos financeiros que o anterior Governo tinha previsto para esta área”, observa o deputado.
Perante estes números, Pedro do Carmo acrescenta: “Como sempre temos dito, podemos ambicionar que o ritmo e a extensão das mudanças, tivessem sido maiores, mas há um novo caminho, uma nova atenção e um novo impulso, mais sintonizados com o Baixo Alentejo, que foram começados e precisam de continuar a ser aprofundados”.
O deputado baixo-alentejano recorda que “desde sempre o PS e o Governo expressaram uma posição crítica sobre as opções e o modelo do quadro comunitário do Portugal 2020, negociado pelo PSD e pelo CDS”, por ser “um modelo que apostou numa prioridade conferida às empresas quando os empresários não detinham recursos para suportas a componente nacional dos projectos”.
“Um conjunto de opções políticas que deixaram de foram dos projectos elegíveis a infra-estrutura rodoviária, seja na ligação entre infra-estruturas de fixação de empresas e as nossas principais redes viárias, seja na qualificação da nossa rede viária secundária e/ou seja na construção de novos troços de rede viária secundária”, vinca Pedro do Carmo, que critica fortemente as opções do executivo de Passos Coelho: “O Governo PSD/ CDS, na negociação do presente quadro de apoio, revelou desfasamento com a realidade do país, com a segurança e com o acesso dos cidadãos aos principais serviços públicos e centros urbanos”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima