AVAL lança projecto “Voleibol nas aldeias”

AVAL lança projecto

A Associação de Voleibol do Alentejo e Algarve (AVAL) está a dinamizar desde o segundo período do presente ano lectivo o projecto “Voleibol nas Aldeias” junto dos alunos das escolas básicas de primeiro ciclo de Entradas e de Santa Bárbara de Padrões, no concelho de Castro Verde.
A iniciativa resulta de uma parceria entre a AVAL e o Agrupamento de Escolas de Castro Verde e possibilita às crianças destes dois estabelecimentos escolares a prática de voleibol uma vez por semana.
“Estamos a falar de miúdos que, muitas vezes, terminam a escola e não têm qualquer tipo de possibilidade de virem a Castro Verde praticar desporto”, observa o director-técnico da AVAL, para quem a componente social deste projecto se sobrepõe à desportiva. “A vertente social e de vida saudável é, sem dúvida, muito importante naquilo que é a linha orientadora da AVAL e um grande exemplo é este ‘Voleibol nas Aldeias’”, acrescenta Ruben Lança.
A implementação do projecto nas escolas de Entradas e de Santa Bárbara de Padrões contou igualmente com o apoio da Somincor, empresa que explora as minas de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde. “Desde o primeiro momento em que apresentámos o projecto que o viram com muito bons olhos e fizeram tudo para que fosse avante”, vinca Ruben Lança, explicando que o apoio da companhia mineira consistiu na oferta do equipamento necessário (postes amovíveis, redes e bolas) para a implementação da iniciativa.
O projecto “Voleibol nas Aldeias” tem vindo a decorrer ao longo das últimas semanas com balanço positivo e o director-técnico da AVAL espera que o mesmo tenha continuidade no ano lectivo seguinte. “Vamos tentar que não seja um projecto pontual”, afiança Ruben Lança, reconhecendo que esta iniciativa tem potencial para ser alargada a outras escolas de outros concelhos da área de jurisdição da associação, que tem sede em Castro Verde.
“Temos clubes que trabalham bem e que estão disponíveis para irem a escolas rurais para fazerem actividades. Por isso, é um projecto que tem tudo para, daqui a algum tempo, ser alargado a outros concelhos e a outros distritos”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima