“Autarcas do PS distinguem-se pela positiva”

“Autarcas do PS

O coordenador autárquico do PS no distrito de Beja, José Nicolau Gonçalves, acredita que os socialistas vão ser os mais votados na região na noite de 29 de Setembro.

Quais as expectativas do PS no distrito de Beja nas eleições autárquicas de 29 de Setembro?
Encaramos estas eleições com um enorme sentido de responsabilidade e com a convicção de que os projectos políticos apresentados vão ao encontro das necessidades das populações e das freguesias e municípios, para assumirmos o desafio do progresso e da melhoria da qualidade de vida. Aliás, esta é uma marca da governação socialista onde governamos: promovemos o desenvolvimento económico, realizamos políticas de apoio social, de promoção ambiental e resolvemos os problemas financeiros que encontramos por resolver e na maioria dos casos estrangulam as autarquias. Os autarcas socialistas distinguem-se pela positiva e consideramos que essa distinção é reconhecida pelos cidadãos.

O PS lidera actualmente sete das 14 autarquias do distrito de Beja. Acredita que o seu partido poderá alargar esta maioria?
Acredito e desejo. No fundo trata-se de uma ambição política de ver alargada a influência do Partido Socialista ao serviço das pessoas e dos territórios. Como disse, anteriormente trata-se de uma responsabilidade para com os cidadãos que assumimos e à qual não fugimos nos subterfúgios das palavras. A relação com os eleitores tem de ser franca e séria. Tem de ser uma relação de compromissos e de cumprimento desses compromissos! E a garantia que posso dar é que nas candidaturas que apresentamos em todos os concelhos e em todas as freguesias estamos preparados para governar, fazendo mais e melhor a favor dos cidadãos. E é importante perceber que quanto maior for a influência do PS no poder local maiores são as garantias de desenvolvimento do Baixo Alentejo, melhor funcionarão as associações intermunicipais. O PS apresenta um modelo político diferente, com resultados reconhecidos nas autarquias que lidera e que consiste numa alternativa ao modelo esgotado e repetido da CDU na nossa região.

Nos concelhos onde não tem maioria, quais aqueles em que o PS deposita maiores expectativas de vitória?
A qualidade de todas as candidaturas que apresentamos é muito elevada e são por si só alternativas credíveis para vencer. Não analiso os resultados eleitorais pela selecção de um ou outro município. Estaria a ser incoerente com tudo o que atrás disse. A nossa responsabilidade é vencer para servir as populações. E essa responsabilidade é criada a partir de um princípio democrático e republicano que muito prezo: cada pessoa um voto. Ou seja, cabe aos cidadãos escolher livremente e com convicção o rumo a dar à sua freguesia e concelho. O que importa é a nossa disponibilidade, e sobretudo a nossa preparação e competência para corresponder às escolhas que recaírem sobre nós.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima