Autarca de Elvas quer ter "parceria forte" com Badajoz

Autarca de Elvas quer ter

O presidente da Câmara Municipal de Elvas, o socialista Nuno Mocinha, defende uma "parceria forte" com a vizinha cidade espanhola de Badajoz e a criação de uma plataforma logística na zona da fronteira do Caia.
“Um dos pilares do trabalho da câmara nos próximos anos tem a ver com o conceito de euro-cidade. Vamos abrir as portas aos concelhos vizinhos, com uma parceria forte com Badajoz”, disse o autarca em declarações à Agência Lusa.
Dentro do mesmo conceito está também, segundo Nuno Mocinha, "a continuação da luta" pela construção de uma ligação ferroviária de mercadorias desde Sines até ao Caia (Elvas) e pela instalação de uma plataforma logística que "sirva ambos os lados da fronteira”.
Para o autarca, a criação da plataforma logística na zona do Caia é “importante” para que haja “crescimento e criação de postos de trabalho” nos dois lados da fronteira.
Sobre a criação de emprego, Nuno Mocinha defendeu que a câmara deve ser um “agente facilitador” para a actividade económica e que o seu papel passa por criar “condições de atractividade” para que as empresas se instalem no concelho e sejam geradoras de postos de trabalho.
“Aquilo que pretendo ser é um agente facilitador e pôr toda a máquina da Câmara a trabalhar para que o concelho seja atractivo para gerar emprego”, sublinhou.
Além de destacar a importância de a cidade ter sido classificada como Património Mundial, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), Nuno Mocinha comprometeu-se também a continuar "a obra social" desenvolvida pela anterior gestão socialista, liderada por Rondão Almeida.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima