Assembleia Distrital de Beja coloca Câmara de Beja em tribunal

Assembleia Distrital de Beja coloca Câmara de Beja em tribunal

A Assembleia Distrital de Beja (ADB) interpôs um processo em tribunal para obrigar a Câmara de Beja a pagar dívidas, num total de 135 mil euros e que estão a provocar "problemas financeiros" à instituição.
Através do processo, interposto no Tribunal Administrativo e Fiscal de Beja, pretende-se que "a Câmara de Beja pague o que deve" à ADB, explicou à Agência Lusa o presidente da instituição, António Sebastião.
Segundo o também autarca de Almodôvar, o Município de Beja deve 135 mil euros, sendo 95 mil euros relativos a contribuições de 2011 e 40 mil euros deste ano.
"Espero que o tribunal analise rapidamente o caso e profira uma decisão justa", ou seja, "obrigue a Câmara de Beja a cumprir as suas responsabilidades perante a ADB", disse António Sebastião.
Devido a atrasos nas contribuições de alguns municípios, como o de Beja, o maior contribuinte, a ADB atravessa "problemas financeiros", que têm provocado atrasos no pagamento de salários aos 14 funcionários, lembrou.
Segundo António Sebastião, além do município de Beja, só os municípios de Ourique e Mértola devem dinheiro à ADB, mas "estão a cumprir" planos de pagamento, que apresentaram e foram "aprovados" pela instituição.
Já a Câmara de Beja "apresentou um documento, com duas linhas, a dizer que pretende pagar as dívidas em quatro anos, o que não se pode considerar um plano de pagamento", disse.
Confrontado pela Lusa, o presidente da Câmara de Beja, Jorge Pulido Valente, disse que o processo "não faz sentido", porque o Município "reconhece as dívidas e apresentou uma proposta de plano de pagamento a quatro anos" da dívida relativa a 2011.
O processo "revela má-fé" do presidente da ADB, afirmou ainda Jorge Pulido Valente, acusando António Sebastião de estar a fazer-lhe "uma perseguição política e um linchamento político", porque "pretende posicionar-se para ser o candidato do PSD" à presidência da Câmara de Beja nas próximas eleições autárquicas.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

ULSBA participa em projecto europeu

A Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) candidatou-se ao projecto europeu de facturação electrónica “European Hospitals adopting the e-invoicing Directive”, aprovado pela INEA

CIMBAL apresenta propostas para o PRR

A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) submeteu vários contributos ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), no âmbito da consulta pública promovida ao documento.

Role para cima