Artes do Mediterrâneo para ver em Odemira

A “magia” do circo e os sons do Mediterrâneo vão animar a vila de Odemira a partir desta quinta-feira, 9 de setembro, com a passagem da 29ª edição do festival “7 Sóis 7 Luas” pela localidade.

A iniciativa conta com o apoio da Câmara Municipal e arranca com o espetáculo de circo acrobático “Bruit de Coulisses”, que a companhia francesa “Les P’tits Brás” vai apresentar esta quinta e sexta-feira, dias 9 e 10, pelas 21h30, na zona ribeirinha de Odemira.

Segundo a organização, o público “será convidado para entrar num ambiente teatral do século XVII” e a assistir “a histórias entre o sonho e a realidade, entre a ilusão e a verdade, com fantasia, poesia e humor”.

Para sábado, 11, às 21h30, está previsto para o Cerro do Peguinho o concerto da banda “Med Arab 7Sóis Ensemble”, que reúne músicos de Marrocos, Grécia, França, Espanha e Portugal e é dirigida pelo português José Barros.

“O conjunto mistura instrumentos e instrumentistas das culturas ocidental, oriental e africana, dando vida a sons antigos e ao mesmo tempo novos” e o resultado “é um surpreendente som mediterrâneo, fresco, imediato e ao mesmo tempo cheio de ecos distantes”, frisa a organização do festival.

Já no domingo, 12, pelas 11h00, a “Med Arab 7sóis Ensemble” vai atuar num espetáculo dirigido aos utentes da Associação de Paralisia Cerebral de Odemira.

No mesmo dia, às 21h30, há novamente música no Cerro do Peguinho, com a “Maio 7Luas Band”, uma produção original do festival com a participação de alguns dos prestigiados músicos do Maio, uma das ilhas mais periféricas do arquipélago de Cabo Verde.

“O repertório do grupo aposta em temas criados por compositores da ilha e defende por isso a sua tradição musical, utilizando o crioulo, que confere aos temas uma emoção especial”, revela a organização.

Finalmente, entre os dias 20 de setembro a 16 de novembro, o festival “7 Sóis 7 Luas” apresenta em Odemira a exposição de artes plásticas “Saramago Mediterrâneo”, que estará patente ao público no Espaço CRIAR.

O festival é promovido por uma rede cultural que junta 30 localidades de 10 países mediterrânicos e do mundo lusófono, nomeadamente Brasil, Cabo Verde, Croácia, Eslovénia, Espanha, França, Itália, Marrocos, Portugal e Tunísia.

Em Odemira, os espetáculos serão condicionados ao número de lugares disponíveis. A entrada é gratuita, mas sujeita a marcação prévia, através do contacto 283 320 900 ou presencialmente, no edifício da Divisão de Desenvolvimento Sociocultural da Câmara Municipal.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima