Área de montado no Alentejo está a diminuir

Área de montado no

A área total de montado no Alentejo “diminuiu muito nos últimos 15 anos” e “uma grande parte” está “em perigo” devido ao abandono ou à intensificação do pastoreio.
“Através da cartografia, da fotografia aérea e de todas as análises, vemos que a área de montado está a diminuir. No Alentejo diminuiu muito nos últimos 15 anos”, afirma a docente universitária Teresa Pinto-Correia, também investigadora do Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas da Universidade de Évora.
"Há muitos montados bem preservados, mas também há uma grande parte dos montados do Alentejo que está actualmente em perigo, se não desapareceu já”, avisa ainda a investigadora.
Esta situação, segundo a investigadora, deve-se a más práticas de gestão adoptadas neste sistema silvo-pastoril, que tem de ser encarado e preservado “no seu conjunto”.
Ou seja, tendo em atenção as suas duas componentes, a florestal, respeitante aos sobreiros e azinheiras, e a agrícola, relativa ao pastoreio, o que engloba pastagens e animais, afirma.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima