Aparthotel do Castro fechou

Aparthotel do Castro fechou

O Aparthotel do Castro fechou portas no passado dia 15 de Dezembro, deixando o concelho de Castro Verde “órfão” da sua unidade hoteleira mais antiga.
Inaugurado em meados dos anos 80, durante o período de expansão da actividade mineira em Castro Verde, o estabelecimento tinha a classificação de duas estrelas e dispunha de 40 apartamentos equipados com WC, cozinha, sala e quarto, num total de 76 camas.
Em 2004 o Aparthotel do Castro sofreu obras de renovação, mas nos últimos tempos eram evidentes os sinais de degradação, acentuando a necessidade de uma intervenção de modernização.
Um quadro que, conciliado com o actual momento de crise no sector hoteleiro, poderá ter ditado o fecho das portas do estabelecimento após mais de duas décadas de funcionamento e lançado no desemprego os seus oito funcionários.
O “CA” tentou obter mais esclarecimentos sobre o encerramento do Aparthotel do Castro junto da administração da unidade, mas não conseguiu nenhuma resposta nos contactos feitos por telefone e correio electrónico.
Já o presidente da Câmara de Castro Verde admitiu tratar-se de uma situação “desagradável”, garantindo não estar ao corrente das razões do encerramento do Aparthotel do Castro.
“A informação que tivemos da parte da empresa exploradora do estabelecimento foi muito lacónica e a única reacção que podemos ter é de lastimar” o seu encerramento, disse ao “CA” Francisco Duarte, esperando que a situação “não seja definitiva”.
“Pensamos que Castro Verde continua a ser um destino turístico com possibilidades de ter as três unidades hoteleiras que tínhamos e que o Aparthotel do Castro, independentemente da necessidade de investimento para remodelação que se começava a tornar óbvio, poderá abrir as suas portas a curto prazo”, acrescentou.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima