Ana Gomes defende aposta no aeroporto de Beja

Ana Gomes, candidata à Presidência da República, defendeu neste domingo, 11, em Aljustrel, o aproveitamento do aeroporto de Beja, em detrimento da construção de um novo aeroporto no Montijo.
A candidata esteve à conversa com apoiantes no Espaço Oficinas, no âmbito da iniciativa “Cuidar de Portugal”, e aproveitou a ocasião para sublinhar a ideia de que o aeroporto de Beja, na sua opinião, “está completamente desaproveitado e devia ser aproveitado pelo Estado português”.
“Ainda por cima agora que, à conta da pandemia e desta crise na aviação, se concluiu que é absurdo ir-se investir no Montijo, com as implicações ambientais que este projecto tem”, disse Ana Gomes.
Para a candidata a Belém, este é o momento “de se repensar e pensar na utilização do aeroporto de Beja”, considerando que esta infra-estrutura tem “capacidade” para ser “um aeroporto estruturante para o centro e sul do país”.
Para tal, acrescentou, é necessário que o mesmo seja servido por uma via ferroviária “de alta velocidade”, dando o exemplo de Tóquio (Japão), “onde o aeroporto fica a quatro horas de distância por estrada, mas que de comboio se faz por muito menos tempo”.
Ana Gomes vincou ainda que também o Porto de Sines, outro dos pilares do “triângulo estratégico” para o desenvolvimento do Alqueva, “é uma infra-estrutura crítica da maior importância para a Europa”, advogando que este “não pode ser gerido com uma perspectiva tacanha e limitada”.
Por tudo isto, a candidata presidencial disse entender ser este o tempo de equacionar os “projectos estruturantes” para o país e de, simultaneamente, “haver coragem política” para tomar determinadas decisões.
“E sendo o governo quem governa, o papel de quem elegemos para a Presidência da República pode ser importante para congregar as pessoas, para as fazer reflectir, para as impulsionar a tomar a decisão que precisa ser tomada. Para não continuarmos a desaproveitar infra-estruturas que existem e que podem ser estruturantes para o desenvolvimento nacional e regional”, disse.
O combate à corrupção, a economia social, o voluntariado e a regionalização foram outros dos temas abordados durante a sessão por Ana Gomes, que terminou a iniciativa… a cantar o hino nacional.

Este é o momento “de se repensar e pensar na utilização do aeroporto de Beja”

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima