Alteração de Estatutos permite continuidade da Direcção do Castrense por mais um ano

Alteração de Estatutos permite

A Assembleia Geral do FC Castrense alterou na noite de segunda-feira, dia 15, os Estatutos do clube de modo a permitir que, não havendo listas concorrentes, os órgãos sociais em exercício possam prolongar o mandato por um período único de um ano. A proposta foi aprovada pelos 23 sócios presentes com apenas uma abstenção.
Deste modo, os actuais corpos gerentes vão manter-se em funções nas próximas semanas e, até ao final de Julho, realizar-se-á uma Assembleia Geral eleitoral. O actual elenco directivo, liderado por Carlos Alberto Pereira, manifestou disponibilidade para manter-se em funções à luz do novo quadro estatutário. Ou seja, durante apenas mais um ano de mandato.
Além desta decisão, a Assembleia Geral analisou e aprovou por unanimidade o Orçamento do clube para o período entre 01 de Julho de 2015 e 30 de Junho de 2016. Um Orçamento que ascende a 231.960 euros. Deste valor, cerca de 96.000 euros destinam-se à equipa principal de futebol que, na próxima temporada, vai disputar o Campeonato Nacional de Seniores.
Refira-se, ainda, que durante a Assembleia Geral do FC Castrense foram aprovados por unanimidade dois Votos de Louvor. Um para o museu do clube, que foi inaugurado no passado mês de Janeiro, e outro para os atletas, técnicos e dirigentes que conduziram a equipa de futebol sénior a uma das suas “melhores épocas de sempre”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima